Nascido a 18 de maio de 1944, José Lello era licenciado em Engenharia e desempenhou vários cargos políticos.

José Lello foi pela primeira vez eleito deputado em 1983, pelo círculo eleitoral do Porto, mandato que renovou sucessivamente até às eleições legislativas de outubro de 2015.

No seu percurso político, no primeiro executivo liderado por António Guterres, entre 1995 e 1999, desempenhou as funções de secretário de Estado das Comunidades.

Em 2002, já no segundo executivo liderado por António Guterres, substitui Armando Vara nas funções de ministro da juventude e do Desporto.

José Lello esteve depois na primeira linha política da ascensão de José Sócrates ao cargo de secretário-geral do PS em 2004.

Durante a liderada socialista de José Sócrates, entre 2004 e 2011, José Lello foi sempre membro do Secretariado Nacional com o pelouro das finanças e das relações internacionais.

No parlamento, exerceu mandatos mais ligados às áreas da Defesa Nacional e dos Negócios Estrangeiros, tendo sido inclusivamente eleito presidente da Assembleia Parlamentar da NATO.

Muito ativo nas redes sociais, o último post de José Lello no Twitter condenava a "hipocrisia" dos que o criticaram pelos comentários que deixou sobre o segundo debate entre os candidatos presidenciais norte-americanos.

Numa entrevista ao jornal i, há cerca de um ano, dizia que achava que a Assembleia da República se "perdia muitas vezes com coisas marginais, fala-se muito e delibera-se pouco”. Dizia-se cansado do Parlamento.

Questionavam-lhe se o adeus à política era para sempre. Dizia que ia trabalhar para o setor privado, mas que “não se pode dizer nunca”. Mas foi, acabou por participar na campanha para as presidenciais, mas o distanciamento à política era um objetivo.

José Lello era próximo de José Sócrates e de António José Seguro e disse que se sentiu afastado do Partido Socialista, não diretamente por António Costa.

O Boavista Futebol Clube lamentou, na sua página do facebook, o falecimento do antigo Membro do Conselho Geral do Boavista e, Presidente da Assembleia Geral e Conselho Fiscal. O clube informou que vai meter a sua bandeira a meia-haste.

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, disse que José Lello "serviu com generosidade e competência a causa pública".

Hermínio Loureiro,  atual Presidente da Área Metropolitana do Porto, já reagiu à notícia da morte de José Lello, também através do Twitter.

José Lello estudou no curso de Máquinas e Electricidade no Instituto Industrial. Tocava piano, saxofone e cantava. A sua carreira musical começou em 1962 com o grupo Os Cinco Académicos.

Passou ainda pelo Conjunto Sousa Pinto, os Inova 67, Titãs e One Way Love. Depois veio uma curta carreira a solo, que foi lentamente apagada com a sua presença política no Partido Socialista.

Político e músico, José Lello faleceu hoje aos 72 anos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.