No total, 1,28 milhões de residentes de Moscovo foram infetados com o coronavírus desde o início da pandemia, enquanto toda a federação russa registou, no mesmo período, 5,29 milhões de casos.

O presidente da Câmara, Sergei Sobianin, disse na sexta-feira que quase 90% dos moscovitas agora diagnosticados com a doença infecciosa foram infetados com a variante indiana do coronavírus.

O significativo aumento das infeções na cidade levou a autarquia a ordenar a vacinação obrigatória de pelo menos 60% dos funcionários do setor de serviços e a adotar outras medidas de saúde, como a proibição de eventos com a presença de mais de mil pessoas.

Durante o último dia, 76 pessoas morreram de coronavírus na capital russa.

Em toda a federação russa, o número de novos casos confirmados de covid-19 atingiu 17.906 nas últimas 24 horas, o maior número desde 31 de janeiro passado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.