Questionada pelos jornalistas, à margem do debate orçamental, no parlamento, a deputada Joacine Katar Moreira voltou a deixar em aberto o seu sentido de voto para o Orçamento do Estado, votado esta tarde, relembrando que neste momento "é indiferente ao Executivo" o posicionamento do partido para que a proposta seja aprovada.

Independentemente do sentido de voto na generalidade, disse, o Livre pode alterar "radicalmente" a sua posição na votação final global, que decorrá em 6 de fevereiro, após a discussão do OE na especialidade.

Joacine Katar Moreira disse ainda que esteve reunida com a direção do partido Livre, ouvindo as diferentes orientações mas reservando a si a decisão final.

"O partido obviamente que manifestou qual é que era a orientação dos diferentes órgãos. Eu é que irei, olhando para as diferentes orientações, e obviamente respeitando-as, valorizando-as, decidir", afirmou a deputada.

Contactada pela Lusa, fonte do Grupo de Contacto do Livre disse a direção não iria pronunciar-se sobre o sentido de voto, adiantando que seria "a deputada a revelar o sentido de voto no momento que considerar oportuno".

Os órgãos do partido estiveram quinta-feira reunidos com a deputada única do Livre na Assembleia da República, para discutir o documento mas da reunião não saiu qualquer comunicado ou declaração relativa ao sentido de voto.

Questionada sobre uma possível retirada de confiança por parte do partido, caso o sentido de voto da deputada não vá ao encontro da vontade política da direção do Livre, a deputada disse apenas que ninguém do partido a interpelou nesse sentido e desvalorizou tal possibilidade.

A deputada afirmou que existiu, por parte do Governo, alguma abertura para negociações relativas ao OE. Contudo, a abertura é ainda "insuficiente", disse, voltando a sublinhar que a proposta orçamental "ilude e desilude".

O Livre anunciou quinta-feira que esteve reunido no dia anterior com o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, e com o BE, no âmbito do Orçamento de Estado.

A revelação sobre o sentido de voto do partido estava prevista para quinta-feira, segundo comunicado, mas tal não se verificou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.