Segundo um artigo hoje divulgado pela Bloomberg, vários membros do partido e militares estão descontentes com as reformas promovidas por Mnangagwa e serão responsáveis por alguns dos conflitos registados nos últimos dias.

De acordo com a mesma fonte, estes pretendem “manter o controlo apertado” dos tempos do anterior Presidente, Robert Mugabe, e beneficiar da venda ilegal de diamantes, acesso ao dólar, e controlo sobre as importações petrolíferas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.