Reino Unido

O Reino Unido registou 149 mortes nas últimas 24 horas, menos do que as 154 do dia anterior, com o total a subir para 43.230 óbitos desde o início da pandemia de covid-19, anunciou hoje o Ministério da Saúde britânico.

O número de novos infetados quase duplicou, de 653 na quarta-feira para 1.118 hoje, o que aumentou para 307.980 o número de casos de contágio desde o início da pandemia.

Continuando a preparação para a terceira fase do plano de fim do confinamento, a partir de 04 de julho, o governo publicou hoje uma proposta de lei para facilitar a criação de esplanadas e espaços de consumo ao ar livre junto a bares e restaurantes.

Os proprietários de bares e restaurantes vão poder ocupar passeios e transformar estacionamentos de automóveis para aproveitar o bom tempo em Inglaterra, que hoje regista em algumas zonas cerca de 30 graus centígrados.

Espanha

O Ministério da Saúde espanhol comunicou hoje que há 157 novos casos de pessoas contagiadas com a covid-19 e três mortes provocadas pela doença nas últimas 24 horas.

Os serviços sanitários espanhóis atualizaram para 247.486 o total de pessoas infetados desde o início da pandemia e para 157 os novos casos diagnosticados no último dia, uma diminuição em relação aos 196 de quarta-feira.

A comunidade autónoma de Aragão, onde uma série de surtos levaram à reintrodução de medidas de confinamento em vários concelhos, é a região com mais novos casos (47), seguida de Madrid (39) e Andaluzia (32).

Por outro lado, já morreram 28.330 pessoas com a pandemia, mais três do que o total de terça-feira, havendo 11 óbitos notificados na última semana, dos quais sete na comunidade autónoma de Castela e Leão.

O relatório diário com a atualização da situação epidemiológico no país avança que já passaram pelos hospitais 124.998 pessoas com covid-19, tendo dado entrada na última semana 146.

O parlamento espanhol aprovou hoje o decreto que vai regulamentar nos próximos meses a chamada “nova normalidade” em que o país vai viver, com um amplo apoio que incluiu a principal formação da oposição, o Partido Popular (direita).

O ministro da Saúde, Salvador Illa, justificou a necessidade do decreto para aplicar uma série de medidas básicas de prevenção, higiene, contenção e coordenação na saída da crise provocada pelo novo coronavírus.

França

A França registou 21 novas mortes ligadas à pandemia de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 29.752, continuando a descer o número de hospitalizados nos cuidados intensivos, indicou hoje fonte oficial.

Segundo um comunicado da Direção Geral da Saúde (DGS) francesa, do total de vítimas mortais, 19.264 foram registadas nos hospitais, enquanto os números de mortes em lares e em residências só serão atualizados a 30 deste mês.

A França não atualiza o número de novos casos diários de coronavírus desde segunda-feira, altura em que contabilizava quase 200 mil infetados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.