Cui Shuhong, diretor do Departamento de Proteção Ecológica do Ministério da Ecologia e Meio Ambiente, explicou em conferência de imprensa que as “condições de vida de algumas espécies raras foram melhoradas”, como os ursos panda ou os antílopes tibetanos.

O nível “vulnerável” é o quinto na escala de espécies ameaçadas de extinção.

Cui também mencionou o aumento da população de outras espécies ameaçadas de extinção, como tigres e leopardos siberianos ou os íbis japoneses.

O Fundo Mundial para a Natureza ajustou já o estatuto de ameaça dos pandas, em 2016, para “vulnerável” e declarou que existem 1.864 espécimes no mundo.

O habitat natural dos plantígrados está atualmente limitado, de acordo com aquela organização, a seis áreas montanhosas espalhadas pelas províncias chinesas de Sichuan, Shaanxi e Gansu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.