“Sigo com preocupação a situação no Mediterrâneo oriental, repleta de focos de instabilidade”, disse Francisco no final da oração dominical do Angelus, na praça de São Pedro, no Vaticano.

O Papa fez um apelo para o “diálogo construtivo e respeito pela legalidade internacional para resolver os conflitos que ameaçam a paz dos povos da região”.

As tensões territoriais e energéticas entre a Grécia e a Turquia intensificaram-se nas últimas semanas e o governo de Atenas instou a União Europeia (UE) a aplicar sanções ao país vizinho e mantém manobras marítimas no Mediterrâneo oriental, enquanto Ancara anunciou que o seu navio sísmico continuará a explorar em busca de gás e petróleo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.