Este modelo, igual ao que transportou o capitão Salgueiro Maia no dia 25 de Abril de 1974, vai figurar num monumento que será inaugurado no dia 01 de julho, data em que o oficial completaria 75 anos de vida.

“É um dia grande para Castelo de Vide, para a democracia e para aquilo que era a vontade de Salgueiro Maia”, disse hoje o presidente do município alentejano, António Pita, em declarações à agência Lusa.

No decorrer da inauguração do monumento, pelas 15:30, no Parque 25 de Abril, terá também lugar uma cerimónia militar, a cargo do Regimento de Cavalaria N.º 3, bem como uma homenagem aos mortos com a participação de antigos combatentes do Ultramar.

No ano em que se assinalam os 75 anos do nascimento do oficial, natural de Castelo de Vide, o município vai também criar, no castelo da vila, a Casa da Cidadania Salgueiro Maia, num investimento de três milhões de euros.

“É um ano grande para Salgueiro Maia em Castelo de Vide”, sublinhou António Pita, indicando que a primeira fase da obra de construção da Casa da Cidadania “já foi adjudicada”.

Salgueiro Maia expressou duas vontades em testamento, uma foi ser sepultado em Castelo de Vide, em campa rasa, e a outra foi deixar o seu espólio ao município para que fosse objeto de musealização.

Entre as peças que fazem parte do espólio a instalar no núcleo museológico figura o conhecido megafone com que, em 25 de abril de 1974, no Largo do Carmo, em Lisboa, o então capitão intimou Marcelo Caetano a render-se e a entregar o poder às forças da democracia.

O espaço museológico vai também exibir o uniforme e o ‘quico’ que Salgueiro Maia envergava nesse dia, entre outros uniformes, divisas, flâmulas, estandartes e pendões, insígnias, diplomas e louvores, documentos militares e fichas escolares pertencentes ao militar.

A Casa da Cidadania Salgueiro Maia vai acolher ainda uma área com cartazes, fotografias e uma coleção de miniaturas de carros de combate, a especialidade de Salgueiro Maia como oficial de Cavalaria e a sua grande paixão profissional.

O autarca de Castelo de Vide adiantou à Lusa que as homenagens ao capitão Salgueiro Maia “não vão ficar por aqui”, estando prevista a apresentação de um documentário sobre o militar.

“Vai ser exibido, no dia 01 de julho na RTP, um documentário sobre Salgueiro Maia, sendo feita a estreia na véspera [dia 30 deste mês] em Castelo de Vide, no Cine Teatro Mouzinho da Silveira, pelas 21:30”, disse.

Segundo António Pita, o documentário “é do município”, tendo sido produzido em parceria com a estação pública de televisão, que colaborou ao disponibilizar imagens de arquivo sobre o capitão Salgueiro Maia e sobre a revolução do 25 de Abril de 1974.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.