"Este é o meu último mandato", disse McCain, de 81 anos, no seu livro "The Restless Wave", segundo trechos publicados pela Apple News.

McCain, que foi eleito pela primeira vez em 1982 ao Congresso americano, luta contra um cancro no cérebro na sua casa no Arizona. "Não sei quanto tempo vou ficar aqui. Talvez fique mais cinco anos", escreveu enquanto espera avanços no seu tratamento.

O político alertou sobre a polarização nos Estados Unidos e os "guetos ideológicos".

"Temos, cada vez mais, os nossos próprios factos para reforçar as nossas convicções e qualquer evidência empírica que as enfrentem é considerado 'falso'", escreveu no seu livro com lançamento previsto para o dia 22 de maio.

"Há uma una escassez de humildade nos políticos hoje em dia", acrescentando que "se esta desaparecer por completo, destruiremos a nossa sociedade".

Embora pertença ao mesmo partido que o presidente, McCain tem sido um forte crítico de Trump nos últimos dois anos, durante a campanha para a eleição de 2016 e no seu mandato.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.