“A Federação de Andebol de Portugal manifesta profundo pesar pelo falecimento de Mário Soares, figura marcante na consolidação da democracia e lutador pela liberdade em Portugal”, salientou a FAP em comunicado.

Na nota, publicada na página oficial da federação, Mário Soares é recordado como “um homem de princípios e valores basilares na sociedade, como a liberdade, tolerância e solidariedade”, que construiu e promoveu “pontes entre os portugueses, contribuindo decisivamente para a abertura de Portugal à Europa e ao Mundo”.

A FAP termina informando que decidiu promover um minuto de silêncio em todos os jogos/competições da responsabilidade e competência da Federação e Associações Regionais de andebol, a ser cumprido entre domingo e quarta-feira.

Também a Federação Portuguesa de Basquetebol decretou um minuto de silêncio em todos os jogos a disputar este fim de semana.

Em comunicado, a FPB lamenta a morte do antigo presidente da República, prestando “uma última e reconhecida homenagem a um grande Estadista, com relevantes serviços prestados ao país e à democracia”.

Mário Soares morreu hoje, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado há 26 dias, desde 13 de dezembro.

O Governo decretou três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira.

Soares desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Nascido a 7 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares foi fundador e primeiro líder do PS, e ministro dos Negócios Estrangeiros após a revolução do 25 de Abril de 1974.

Primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, foi Soares a pedir a adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e a assinar o respetivo tratado, em 1985. Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.