Uma terceira pessoa terá ficado ferida com gravidade, antes de a Polícia alvejar o suspeito do ataque, que morreu, segundo a mesma fonte.

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), o responsável da polícia do condado de Brown, Kevin Pawlak, disse que o indivíduo armado visava uma pessoa com quem tinha um diferendo, que não se encontrava no casino.

Apesar disso, “decidiu alvejar alguns dos [seus] colegas ou amigos”, acrescentou.

O incidente deu-se no sábado num casino operado pela Nação Oneida, a tribo encarregada de gerir o estabelecimento, e acontece após uma série de tiroteios nos Estados Unidos.

Em 18 de abril, três pessoas morreram e duas ficaram gravemente feridas num tiroteio num bar na localidade de Somers, no condado de Kenosha, no Wisconsin.

Na quinta-feira, duas pessoas que estavam a jantar no terraço do icónico restaurante Peter Luger Steak House, em Nova Iorque, ficaram feridas por tiros disparados de outro restaurante.

O Presidente norte-americano, Joe Biden, classificou a violência armada no país uma “vergonha internacional” e apelou a regras mais duras para restringir o porte e a comercialização de armas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.