Catorze mortos, 135 infetados e 23 recuperados no surto do hospital de Torres Vedras

O surto de covid-19 associado ao hospital de Torres Vedras registou 15 novos casos positivos, e mais mortes e recuperados nos últimos dois dias, aumentando para um total de 172 casos confirmados, segundo o mais recente boletim epidemiológico do concelho.

De um total acumulado de 172 infetados que o surto do hospital de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, atingiu, 135 são casos positivos ativos, 14 morreram e 23 recuperaram.

Por comparação a sexta-feira, aumentou o número de casos positivos ativos (mais 15), de recuperados (de 12 para 23) e de mortes (de 11 para 14).

Baseando-se nos dados reportados pelo delegado de saúde e divulgados no boletim epidemiológico do concelho, fonte oficial do município esclareceu que o total de casos de infeção engloba utentes que foram contagiados quando estiveram internados na unidade por outras doenças, mas que estão a recuperar em casa.

Os primeiros casos surgiram na semana do Natal, acrescentou.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã, e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra. Estes concelhos dividem-se entre os distritos de Lisboa e Leiria.

Surto no Lar de São José de Torres Vedras com 142 infetados e sete mortes

O Lar de São José, em Torres Vedras, registou mais 26 infetados por covid-19 nas últimas 24 horas, contando agora com 142 casos ativos e sete mortos, segundo o último boletim epidemiológico do concelho.

Do total de 153 casos de infeção confirmados na instituição desde que o surto começou, 142 estão ativos, sete morreram e quatro recuperaram.

Na sexta-feira, o surto contabilizava 124 infetados e três mortes.

O primeiro caso de infeção surgiu no dia 04, na sequência de uma deslocação à urgência do hospital de Torres Vedras, tendo, dois dias depois, as autoridades de saúde testado todos os 124 utentes e 90 funcionários.

No decurso do surto, as autoridades de saúde têm vindo a fazer mais testes de diagnóstico à covid-19 aos utentes e funcionários

No âmbito do seu plano de contingência, a instituição separou os utentes por alas covid e não-covid, em função do resultado do teste, criou circuitos autónomos e constituiu equipas específicas para apoiar os utentes infetados.

Todos os utentes passaram a usar máscaras de proteção.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.