O juiz do Supremo Tribunal Donald Greenwood assinou na quinta-feira a ordem judicial.

Os pais de Michael Rotondo, norte-americano de 30 anos, levaram o filho a tribunal por este não querer sair da residência da família, em Nova Iorque.

Os pais ganharam a ação e agora o tribunal estipulou a data.

A ordem estabelece um prazo curto para que Michael Rotondo abandone a casa dos pais, antes que os xerifes do condado possam ser chamados para retira-lo à força.

Michael Rotondo pediu pelo menos 30 dias para sair e chegou a defender em tribunal que o prazo justo seriam seis meses, o que o juiz considerou “ultrajante”.

O juiz disse que a mão tinha o direito a que o filho saísse de imediato de casa, mas solicitou por escrito que lhe fosse dado até ao dia 01 de junho para o fazer.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.