Na decisão, a que o SAPO24 teve acesso, a TVI e Sérgio Figueiredo têm agora de pagar à IURD 68.468,45 euros.

Destes quase 70 mil euros, 50 mil são “a título de indemnização por danos não patrimoniais" e 18.468,45 euros “a título de indemnização por danos patrimoniais" pela recusa da estação em passar os nove direitos de resposta da instituição religiosa aquando da emissão das reportagens.

A IUDR alegou "estarem verificados os requisitos da responsabilidade civil por violação do seu direito de resposta", ao ter "ficado impedida de defender atempadamente junto do público os seus direitos à honra e ao bom nome e reputação".

Recorde-se que, numa primeira fase, a Entidade Reguladora para Comunicação Social (ERC) considerou que a TVI não era obrigada a emitir os direitos de resposta, mas o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa (TACL) contrariou a decisão da ERC.

A estação transmitiu os direitos de resposta em julho de 2020.

A TVI exibiu em dezembro de 2017 uma série de reportagens denominadas "O Segredo dos Deuses", na qual noticiou que a IURD esteve alegadamente relacionada com o rapto e tráfico de crianças nascidas em Portugal.

Os supostos crimes terão acontecido na década de 1990, com crianças levadas de um lar em Lisboa, que teria alimentado um esquema de adoções ilegais em benefício de famílias ligadas à IURD que moravam no Brasil e nos Estados Unidos.

Em novembro de 2019, uma das mães que acusou a IURD de lhe ter roubado dois filhos pediu desculpas em tribunal e assumiu que contou uma história falsa.

A mãe de dois meninos que foram adotados por elementos da IURD, admitiu, em tribunal, que mentiu na reportagem em relação ao “roubo” dos filhos e sobre a sua assinatura nos documentos ter sido falsificada, assumindo que “é falso que alguma vez a IURD ou qualquer pessoa com ela relacionada tenha roubado os seus filhos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.