Segundo disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações do Socorro (CDODS), os bombeiros estão no terreno a tentar resolver várias ocorrências relacionadas com um fenómeno extremo de vento que se registou cerca das 16:00, não havendo, para já, danos pessoais a registar.

O vento derrubou árvores, postes de eletricidade, tendo, pelo menos, um caído na estrada, telhados, "placards" de publicidade e tapumes de obras perto de Lejana, junto a uma das entradas de Faro, com o centro comercial situado naquela zona a ser também atingido, confirmou à Lusa fonte da autarquia.

De acordo com a mesma fonte, no centro comercial Fórum Algarve há registo de vidros partidos na zona da restauração e de cadeiras arrastadas pelo vento, mas não há, por enquanto, a indicação da existência de feridos.

A freguesia do Montenegro, junto ao aeroporto da cidade, e a Estrada Nacional (EN) 125, onde se situam vários 'stands' de automóveis, foram atingidos pelo vento extremo, que causou danos em diversas estruturas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.