Os insulares, que já mudaram de treinador no decurso da época, sendo agora orientados por Petit, não ganham há 15 jogos, em partidas de todas as competições, e estão na cauda da tabela.

O técnico dos minhotos prometeu um Sporting de Braga com a sua “imagem de marca: uma equipa competitiva, que sabe muito bem o que faz a cada momento e que espera um jogo de grande dificuldade porque o Marítimo quer dar uma resposta ao que têm sido resultados menos positivos”.

Antevendo um Marítimo a apostar nas “transições ofensivas e nas bolas paradas”, Abel Ferreira quer o Sporting de Braga a “fazer bem as coisas simples”.

“Temos de estar focados no que controlamos, no nosso plano de jogo. Jogamos em casa, e, do primeiro ao último segundo, o único objetivo é jogar para vencer”, disse.

Janeiro vai trazer muitos jogos para o Braga, entre Taça de Portugal, Taça da Liga e campeonato e o técnico mostrou satisfação por a equipa estar “nas decisões”.

“O pico de forma é semana a semana, jogo a jogo, treino a treino. Preparamos os microciclos pensando no jogo seguinte. Estamos nas decisões, queria eu que essa densidade fosse ainda maior porque falta aqui uma competição [Liga Europa]”, disse.

Em relação à fase final da Taça da Liga, que vai disputar em Braga dentro de três semanas com FC Porto, Benfica e Sporting disse ser “fruto do trabalho de toda a gente”.

“Sinto-me contente por nos porem ao nível dos outros ‘grandes’, gostamos dessa pressão”, disse.

Com o período de transferências aberto, Abel Ferreira voltou a afirmar querer manter o mesmo plantel.

“Não gosto do ‘mercado’ de janeiro, porque, se a época for bem planeada no princípio, não há necessidade de fazer reajustes”, ainda que tenha lembrado os casos dos empréstimos de jogadores como Luther Singh, Rosic ou Loum.

O campeão europeu sub-19 Trincão estreou-se na equipa principal há poucos dias em Setúbal, na goleada por 4-0 que carimbou o acesso à ‘final four’ da Taça da Liga, mas Abel Ferreira “joga quem der respostas”.

“Foi o Xeca, o Jordão, o Neto, o Tiago Sá, o Xadas. O Trincão faz parte disso. Como todos os outros, se responderem, têm direito a essas oportunidades. Não me interessa a idade, se é juvenil, se tem 30, 40 ou 15 anos, joga se merece, se não, jogam outros”, disse.

Sporting de Braga, quarto classificado, com 30 pontos, e Marítimo, 15.º, com 11, defrontam-se a partir das 18:00 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Braga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.