Depois da polémica gerada em torno do voo da comitiva do PSG até Nantes, cidade que fica a duas horas de comboio da capital francesa, Galtier ironizou e disse que a equipa estava a pensar em viajar num "carro à vela".

Em resposta, Capitán Rémi levou as palavras do treinador à letra e no dia 13 de setembro saiu de Paris para chegar seis dias depois ao estádio Nantes Beaujoire neste veículo com rodas e vela, usando uma t-shirt com as iniciais "PSG" e as palavras "Posible Sin Gasoil" ("Possível Sem Gasolina).

"É uma brincadeira. É para mostrar que é possível fazer as coisas de outra forma", explicou o blogger ao fim da viagem de 480 quilómetros.

Capitán Rémi disse à AFP que usou a vela durante 10% da viagem e que pedalou o resto do tempo, quando o vento não era suficiente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.