Numa época em que os adeptos de futebol e a comunicação social se precipitam em anunciar o novo Cristiano Ronaldo ou o sucessor de Lionel Messi, Erling Haland chamou cedo a atenção do mundo para que ficássemos atentos e não nos esquecesse-mos do nome dele, sem rótulos de outros.

Erling Haaland, o teenager colecionador de hat-tricks que tem o hino da Champions como despertador e os tubarões europeus no seu encalço
Erling Haaland, o teenager colecionador de hat-tricks que tem o hino da Champions como despertador e os tubarões europeus no seu encalço
Ver artigo

Aconteceu quase tudo em catadupa. Primeiro foram nove golos num só jogo do Campeonato do Mundo de sub-20, diante das Honduras, em que foi o melhor marcador, apesar da Noruega não ter conseguido passar a fase de grupos. Depois foi a nova época com o Red Bull Salzburg, equipa onde militava, e a Liga dos Campeões. Na liga austríaca impressionou com 16 golos em 14 jogos. Na liga milionária, num grupo com Liverpool, Nápoles e Genk, deslumbrou com oito golos em seis jogos.

Com apenas 19 anos, Haland tornou-se no ponta de lança mais desejado da Europa. Os clubes perfilaram-se e o jovem norueguês escolheu os alemães do Borussia Dormtund. Hoje, na estreia, entrou aos 56 minutos de jogo, quando a equipa perdia por 3-1, frente ao FC Augsburg e fez isto:

Nada mais, nada menos do que três golos em três remates no jogo de estreia. Tudo isto em 23 minutos, com Haaland a fazer abanar as redes pela primeira vez apenas 183 segundos depois de ter entrado. O hat trick da jovem promessa, juntamente com o tento do extremo inglês Jadon Sancho, permitiram ao Dortmund a reviravolta no marcador e, consequentemente, os três pontos.

Não deixa ainda assim de ser curioso que a última vez que um avançado se estreou com a camisola do Dortmund e marcou um hat trick tenha sido há sete anos, também diante do Augsburg. O nome? Pierre-Emerick Aubameyang.

O gabonês teve um percurso feliz na Alemanha, mas despediu-se do Borussia sem conseguir a conquista de uma Bundesliga. Com as expectativas colocadas lá em cima logo no primeiro jogo, caberá agora a Haaland fazer melhor Aubameyang e, ao lado de talentos como o de Sancho, quebrar a hegemonia do Bayern Munich que venceu os últimos sete campeonatos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.