Devido à pandemia de covid-19 e das restrições britânicas às viagens, o estádio Ramón Sánchez Pijzuán será o palco dos dois encontros da eliminatória, o primeiro com campeões nacionais a terem o estatuto de visitado e no qual não poderão contar com Sérgio Oliveira e Taremi, ambos castigados.

Pela 11.º vez no ‘top 8′ da mais importante prova europeia de clubes (nona na era ‘Champions’), o FC Porto vai ter pela frente o atual quarto classificado da liga inglesa e equipa que ‘renasceu’ com a entrada do treinador alemão Thomas Tuchel, apesar de os ‘blues’ terem sofrido uma pesada derrota caseira (5-2) com o West Bromwich, na última jornada do campeonato inglês.

Em contraponto, na última ronda da I Liga portuguesa, a equipa treinada por Sérgio Conceição bateu em casa o Santa Clara, por 2-1, com o golo da vitória a aparecer a segundos do final da partida, e reduziu para oito pontos a diferença para o líder Sporting, que na segunda-feira empatou 1-1 com o Moreirense.

Num total de oito jogos disputados nas provas europeias, esta será a segunda vez que o FC Porto encontra o Chelsea numa fase a eliminar, depois de ter ‘caído’ nos oitavos de final da ‘Champions’ em 2006/07.

Os ‘dragões’ só ultrapassaram três de 13 eliminatórias com clubes ingleses nas taças europeias e ficaram fora de prova nas últimas seis. O FC Porto apenas ultrapassou por duas vezes os quartos de final da principal prova europeia de clubes, em eliminatórias a duas mãos, mas, sempre que o conseguiu, acabou campeão europeu.

O FC Porto-Chelsea está agendado para as 21:00 (20:00 horas em Lisboa) e vai ser dirigido pelo árbitro esloveno Slavko Vincic.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.