Correa deu vantagem cedo ao conjunto de José Gomes, aos 11 minutos, mas o Vitória conseguiu empatar perto do final (82), por Guedes, já depois do Marítimo ter visto os golos de Rodrigo Pinho (58) e René Santos (71) anulados e de Zainadine ter acertado na barra (48).

Ambas as equipas continuam sem vencer, com os ‘verde rubros’ a voltarem a pontuar, após três derrotas, embora tendo apenas um triunfo nos últimos 10 jogos, enquanto os sadinos levam sete jogos sem ganhar e empataram pela quarta vez seguida.

A entrada forte em campo dos insulares deu frutos à passagem dos 11 minutos, quando Correa inaugurou o marcador, através de um cruzamento que acabou por entrar na baliza de Makaridze, golo que chegou a ser atribuído a Rodrigo Pinho, que tentou desviar, tal como Zainadine.

O extremo argentino continuou em evidência, tanto a criar oportunidades como a tentar marcar novamente, num período de absoluto domínio maritimista nos primeiros 20 minutos.

Foi só a partir desse momento que a formação de Julio Velázquez começou a jogar um pouco mais no meio-campo adversário, embora sem conseguir incomodar o guardião Charles, que assumiu a titularidade, em detrimento de Amir.

Até ao intervalo, viu-se pouco futebol nos Barreiros, mas com o Marítimo mais perto de dilatar a vantagem do que o Setúbal de empatar.

A segunda parte começa com o Marítimo à beira do segundo golo, com um livre direto de Zainadine à barra, aos 48 minutos, tendo merecido resposta do Vitória, aos 52, pelo recém-entrado Berto, que rematou à malha lateral, na primeira oportunidade sadina no encontro.

O conjunto da casa chegou a marcar aos 58 minutos, por Rodrigo Pinho, mas o golo acabou por ser invalidado após análise do videoárbitro devido a posição irregular do avançado brasileiro.

Ao minuto 71, acontece mais um golo anulado ao Marítimo, desta feita por mão de Diego Moreno antes da bola sobrar para o remate certeiro de René Santos, na sequência de um canto apontado por Xadas.

A vantagem ‘verde rubra’ não aumentou, o que fez o Vitória acreditar e chegar ao empate, uma vez mais com Berto em destaque, desta feita ao assistir Guedes para a finalização do camisola 7, após ter feito um ‘sprint’ impressionante no flanco direito.

(Notícia atualizada às 20:47)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.