O Comité de Ética da FIFA considerou Yves Jean-Bart, de 73 anos, culpado de “ter abusado da sua posição e assediado sexualmente e abusado de várias jogadoras, incluindo menores”.

Yves Jean-Bart, que também foi multado em um milhão de francos suíços (cerca de 926 mil euros), negou as acusações, que envolvem jogadoras da seleção nacional e que foram reveladas pela primeira vez pelo jornal britânico The Guardian, em abril.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.