Numa nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, o chefe de Estado "felicita os canoístas portugueses que participaram na Taça do Mundo de Velocidade, que decorreu em Szeged, na Hungria".

Nesta nota, refere-se que Joana Vasconcelos obteve a medalha de ouro na final de K1 500 metros e o bronze nos 200 metros e que Fernando Pimenta conseguiu duas medalhas de ouro, em K1 1.000 metros e K1 5.000 metros, e a medalha de prata em K1 500 metros, enquanto Norberto Mourão, na paracanoagem, conquistou a medalha de prata em VL2 200 metros e o bronze em VL2 500 metros.

Marcelo Rebelo de Sousa assinala que Fernando Pimenta alcançou "a incrível marca pessoal de 100 medalhas em provas internacionais".

"Num ano desportivamente atípico, os desportistas portugueses destacam-se, honram a bandeira nacional, orgulham os portugueses e merecem o reconhecimento do Presidente da República", lê-se na mesma nota.

O primeiro-ministro congratulou-se também com as sete medalhas conquistadas por canoístas portugueses na Taça do Mundo de Velocidade, na Hungria, dizendo que "são um orgulho para Portugal", e felicitou em particular Joana Vasconcelos e Fernando Pimenta.

"Parabéns à Joana Vasconcelos e ao Fernando Pimenta pelos resultados alcançados na Taça do Mundo de Velocidade de canoagem. Um cumprimento especial ao Fernando Pimenta pela sua 100.ª medalha internacional. Os nossos atletas ganharam sete medalhas em Szeged, um orgulho para Portugal", escreveu António Costa na sua conta oficial como primeiro-ministro no Twitter.

Hoje, na Taça do Mundo de Velocidade, em Szeged, na Hungria, Joana Vasconcelos obteve a medalha de ouro na final de K1 500 metros, depois de ter conseguido o bronze nos 200 metros no sábado.

Também hoje, Fernando Pimenta conquistou mais um primeiro lugar, em K1 5.000 metros, a juntar à medalhas de ouro em K1 1.000 metros e à medalha de prata em K1 500 metros obtidas no sábado, alcançando assim a marca de 100 medalhas em provas internacionais.

Com estas cinco medalhas, mais as duas conquistadas na sexta-feira por Norberto Mourão, na paracanoagem, prata em VL2 200 metros e bronze em VL2 500 metros, Portugal somou um total de sete medalhas nesta Taça do Mundo de Velocidade.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.