“O clube italiano UC Sampdoria apresentou na FIFA uma queixa contra o Sporting Clube de Portugal, referente a obrigações financeiras estabelecidas no contrato correspondente à transferência do futebolista português Bruno Miguel Borges Fernandes”, disse um porta-voz da FIFA à agência Lusa.

O organismo que superintende o futebol mundial adianta que a queixa foi apresentada em 03 de abril e que o “assunto está a ser analisado”, sem que seja possível adiantar mais pormenores em relação ao mesmo.

Em 2017, o Sporting contratou o médio internacional português à Sampdoria por 8,5 milhões de euros, com a Sampdoria a ficar detentora de 10% de uma mais valia futura.

Em janeiro, os ‘leões’ transfiram Bruno Fernandes para o Manchester United por 55 milhões de euros, mais 25 milhões em variáveis e 10% de uma futura mais-valia.

Bruno Fernandes, natural da Maia, fez a formação no Infesta, Pasteleira e Boavista, clube do qual saiu ainda júnior para o Novara. Em Itália, jogou ainda na Udinese, da qual se transferiu para a Sampdoria.

No clube genovês esteve apenas uma época, seguindo em 2017/18 para o Sporting, emblema em que se tornou capitão e o mais influente jogador, sendo eleito em duas épocas o melhor jogador da I Liga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.