“Face à falta de informação, a AFE comunicou à 'La Liga' o seu desacordo relativamente à realização desta partida”, indicou o sindicato, em comunicado, sublinhando que a liga espanhola não respondeu às inquietações relativamente à possibilidade de uma violação da convenção coletiva do setor.

A AFE indicou ainda que a liga espanhola não dispõe das autorizações necessárias à concretização do projeto, juntando-se à Federação Espanhola (RFEF), que na sexta-feira tinha mostrado formalmente a sua oposição a esta pretensão.

O FC Barcelona e o Girona, em conjunto com a liga espanhola, solicitaram à RFEF autorização para disputarem o jogo da segunda volta do campeonato entre ambos em Miami, nos Estados Unidos.

Em comunicado, o organismo presidido por Javier Tebas especifica que o jogo entre Girona e FC Barcelona, da 21.ª jornada, se realizaria no sábado de 26 de janeiro às 20:45 (hora de Espanha, 19:45 em Lisboa), no estádio Hard Rock de Miami.

Na carta enviada à RFEF, assinada por Javier Tebas, Josep María Bartomeu e Delfí Geli, é referida ainda uma compensação para os adeptos do Girona, impossibilitados de assistirem à receção ao ‘Barça’, com o deslocar do jogo para Miami.

De acordo com as partes, esta iniciativa, de ‘transferir’ um jogo do campeonato espanhol para os Estados Unidos, responde ao objetivo de “fomentar o futebol espanhol e os seus valores, bem como a promoção da marca ‘Espanha’” nos Estados Unidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.