As rescisões alegando justa causa de nove jogadores do plantel, dos quais seis habituais titulares, lançam muitas incertezas sobre o plantel, agora às ordens do sérvio Sinisa Mihajlovic, que hoje arrancou para a nova época, com a realização de exames médicos.

O clube ainda não divulgou informações sobre o primeiro dia de trabalhos, mas já tinha anunciado, em 13 de junho, a composição do plantel que, segundo o presidente Bruno de Carvalho, foi aprovado pelo novo técnico.

O Sporting da época 2018/2019 será, seguramente, muito diferente da equipa tipo da temporada passada, com as saídas dos titulares Rui Patrício, William, Gelson, Bruno Fernandes, Battaglia e Bas Dost, aos quais se juntaram Podence, Rafael Leão e Ruben Ribeiro.

No plantel divulgado pelo clube, regressam a Alvalade, onde agora Augusto Inácio é o novo diretor desportivo, os emprestados Matheus Oliveira, Matheus Pereira, Francisco Geraldes, Ryan Gauld e Carlos Mané.

Em aberto continua a possibilidade do regresso de Fábio Coentrão que regressou ao Real Madrid, depois de terminado o período de empréstimo aos ‘leões’.

O eventual regresso do internacional português, poderá garantir ao novo técnico uma defesa experiente, já que o uruguaio Coates, a disputar o Mundial2018 – tal como o avançado argentino Acuña -, e o francês Mathieu, se mantiveram no plantel.

Em plena crise diretiva, o presidente do Sporting anunciou a contratação do lateral Bruno Gaspar, que se junta a Marcelo e Raphinha, reforços anunciados antes do início do “furacão” que tem varrido o clube.

Sinisa Mihajlovic, que chega ao Sporting depois de ter passado pelos italianos do Torino, contará na equipa técnica com os treinadores de guarda-redes Nélson e Tiago Ferreira, que se mantêm no clube.

O departamento médico dos ‘leões’ que era liderado por Frederico Varandas, um dos primeiros a deixar o clube depois das agressões a jogadores e equipa técnica na Academia, em Alcochete, será chefiado por Jorge Pimenta.

O Sporting viverá no sábado um dia crucial para a sua história, com uma Assembleia Geral na qual será votada a destituição do presidente Bruno de Carvalho, figura central de uma crise que teve origem na perda do segundo lugar do campeonato, na última jornada, para o Benfica, e acentuou-se em 15 de maio, quando cerca de 40 pessoas encapuzadas invadiram a Academia do Sporting, em Alcochete, e agrediram alguns futebolistas e elementos da equipa técnica.

Na sequência destes incidentes, um total de nove futebolistas rescindiram alegando justa causa, e o treinador Jorge Jesus, deixou o clube por mútuo acordo e com uma clausula de confidencialidade.

- Plantel provisório do Sporting:

- Guarda-redes: Max e Salin.

- Defesas: Piccini, Ristovsky, Bruno Gaspar (ex-Fiorentina, Ita), Lumor, Jefferson (ex-Sporting Braga), Jonathan, Coates, Marcelo (ex-Rio Ave), André Pinto e Mathieu.

- Médios: Petrovic, Misic, Palhinha, Battaglia, Wendel, Francisco Geraldes, Bruno César, Ryan Gauld e Matheus Oliveira

- Avançados: Raphinha (ex-Vitória Guimarães), Matheus Pereira, Acuña, Montero, Mané e Doumbia.

Regressam após empréstimo: Jefferson, Francisco Geraldes, Matheus Oliveira, Matheus Pereira e Carlos Mané.

Saíram: Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes, Bruno Ribeiro, Rafael Leão, Bas Dost, Podence, Battaglia e Fábio Coentrão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.