Em comunicado, a entidade liderada por João Cadete de Matos salienta que aprovou hoje a decisão relativa à emissão do título dos DUF atribuídos à Vodafone Portugal, a qual foi “adotada na sequência do pagamento efetuado pela empresa dos valores devidos” pelo espectro que ganhou no leilão 5G.

“Assim se conclui, para esta empresa, o processo do leilão e atribuição das frequências” e “a partir de agora” a Vodafone Portugal “pode dar início à exploração comercial das frequências atribuídas”, refere a Anacom.

A Autoridade Nacional de Comunicações “continuará a dar, como tem vindo a fazer, máxima prioridade à emissão dos títulos na sequência da concretização, por parte dos licitantes, dos pagamentos e do envio das respostas às audiências prévias relativas aos projetos de decisão relativos a esses títulos”.

Na semana passada, mais concretamente no dia 26 de novembro, a Anacom aprovou a emissão do título dos DUF atribuídos à NOS e à Dense Air.

Os DUF do leilão 5G foram atribuídos a seis entidades: Dense Air, Dixarobil Telecom, Meo (Altice Portugal), NOS, Nowo Communications e Vodafone Portugal.

[Notícia corrigida às 14:50 de 30/11]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.