A missão de hoje é a mais arriscada para a Hayabusa2, já que exigia, por exemplo, que esta se afastasse imediatamente para não ser atingida por fragmentos da explosão.

A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, ou JAXA, informou que a Hayabusa2, após a explosão, conseguiu distanciar-se do asteroide em segurança e está intacta.

O asteroide, denominado de Ryugu, encontra-se a cerca de 300 milhões de quilómetros do planeta Terra.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.