O ISQ — conhecido como Instituto da Soldadura e Qualidade — acaba de ganhar um contrato europeu no valor de 3 milhões de euros para fazer a coordenação do programa de formação especializada em fusão nuclear.

O ISQ vai ser responsável por gerir e realizar a formação e qualificação dos peritos, técnicos e gestores de projeto que trabalham a nível europeu e mundial no Programa Fusion for Energy (ITER). O programa tem uma duração de 4 anos.

Segundo o Presidente do ISQ, Pedro Matias, “o ITER é o maior projeto do mundo de investigação na energia de fusão nuclear, gerido por um consórcio internacional composto pelos EUA, Japão, Rússia, Coreia do Sul, China, Índia e União Europeia”.

O projeto pretende produzir na terra da energia do sol e das estrelas através de um processo de fusão nuclear por oposição ao processo de fissão nuclear. “O objetivo é demonstrar a viabilidade da tecnologia de fusão como fonte de energia futura, de enorme potência, mas com muito maior segurança para a população e regiões”, diz Pedro Matias.

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&D.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.