À medida que se aproxima a data para conhecermos os resultados das eleições nos EUA, também nós, no É Desta Que Leio Isto, avançamos na nossa viagem pelos livros que nos ajudam a entender a América.

Assim, na próxima quinta-feira, dia 29 de outubro, pelas 21h, iremos voltar a conversar, desta vez para falar de mais um livro que nos pode ajudar a compreender melhor o país do outro lado do Atlântico: a obra "Correções", de Jonathan Franzen.

"Correções" conta-nos a história de uma família de classe média americana, os Lambert. Alfred, o pai, que se debate com a doença de Parkinson e consequente demência; Enid, a mãe, obcecada por reunir a família numa manhã de Natal e que vive para julgar os outros, sendo muito crítica da vida que os seus filhos levam; Gary, o filho mais velho, luta contra uma depressão não declarada e uma tensão crescente com a mulher e filhos; Chip, o filho do meio, que é despedido depois de um caso com uma aluna e encontra uma oportunidade de negócio pouco clara na Lituânia; e, finalmente, Denise, que se relaciona amorosamente com o seu patrão, casado.

Ao longo do livro, são aprofundadas as personalidades e problemas de cada personagem e é explorada a forma como se relacionam entre si. Materialismo, sexualidade, egocentrismo, competitividade e teimosia, são características dos membros da família e utilizadas para causar reações que revelem e desafiem, ainda mais, os seus conflitos.

Com avanços e recuos no tempo, este livro, passado no século XX, fala-nos da preparação para a passagem para um novo milénio, tendo como ponto a forte a transição de uma economia industrial para uma economia assente em mercados financeiros, tecnologia e serviços. Publicado duas semanas antes do ataque às torres gémeas a 11 de setembro de 2001 e um ano antes da eleição de George Bush como presidente, o livro é interpretado como uma antecipação àquilo que se viveu na América nos anos seguintes. Assim, a obra é muitas vezes classificada como sendo uma representação da sua atualidade e uma profecia daquilo que se viria a viver.

Para discutir estes temas em torno do livro, as inscrições já se encontra abertas e podem ser feitas aqui. Esta edição especial conta com o apoio da FLAD, que vai oferecer um conjunto de livros aos participantes.

Pode ainda acompanhar esta e outras discussões no grupo no Facebook que conta já com quase 700 membros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.