Suspeita-se que estes tubarões, que podem chegar a medir três metro de comprimento, foram provavelmente atraídos pela água quente descarregada das turbinas da usina hidroelétrica de Hadera.

Através de drones e de material de filmagem subaquático, várias pessoas, curiosas na rara oportunidade de observar tão de perto tal animal, partilharam as suas imagens.

Adi Barash, aluna doutorada do departamento marinho da Universidade de Haifa de biologia marinha, tem conduzido a pesquisa sobre os tubarões, diz que este é um fenómeno único, particularmente no Mediterrâneo.

“Isto é incrível. Da costa podemos observar os tubarões na água, não conhecemos outro sítio como este, muito menos no mar Mediterrâneo. Os tubarões estão a desaparecer por todo o mundo e o pior sítio para ser um tubarão é no Mediterrâneo, eles estão a diminuir drasticamente em número e o facto de podermos ver estes enormes tubarões aqui da costa é absolutamente incrível”, disse Barash, enquanto observava a costa.

No entanto, conta, que a razão pela qual se dá este fenómeno continua pouco clara.

“Nós não sabemos, ainda, porque é que eles vêm para aqui. Provavelmente será pela água quente ou porque há mais comida aqui, ou talvez por causa dos seus períodos de gestação, mas não sabemos”.

Notícias e imagens dos tubarões têm atraído um grande número de curiosos, mergulhadores e nadadores, mas as autoridades deixam o alerta: embora os predadores não sejam uma grande ameaça eles são animais selvagens que precisam de ser protegidos e respeitados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.