O comprador é o empresário australiano Peter Freedman, fundador da empresa Røde Microphones, informou a Julien's em comunicado. O empresário afirmou que pretende exibir o instrumento em várias cidades do mundo com o objetivo de reverter os lucros para o mundo da cultura.

O preço de cinco milhões de dólares (aproximadamente 4.473.332 euros) e que subiu a 6,01 milhões (aprox. 5.385.891 euros) após as taxas e comissões, superou amplamente a estimativa inicial da Julien's, que fixou a licitação de base do leilão em um milhão de dólares (aprox. 894666 euros)

Até o momento, a guitarra mais cara da história era uma Fender Stratocaster, batizada "Black Strat", usada pelo guitarrista dos britânicos Pink Floyd, David Gilmour. O instrumento foi vendido pelo músico por 3,975 milhões de dólares (3.556.298 euros), num leilão organizado em junho de 2019 pela Christie's com renda destinada a obras de caridade.

A guitarra acústica de Kurt Cobain vendida no sábado é um modelo raro, a D-18E fabricada pela americana Martin e da qual existem apenas 302 exemplares.

A apresentação acústica dos Nirvana durante a gravação da popular série "MTV Unplugged" em 18 de novembro de 1993 veio a traduzir-se no que é hoje considerado um dos maiores álbuns ao vivo da história. A performance aconteceu menos de seis meses antes do suicídio, a 5 de abril de 1994, de Kurt Cobain.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.