"O que está aqui em causa é enquadrar a variável género e tentar perceber como todas as reformulações e todas as transformações que essa variável tem na sociedade, lançá-la também para as culturas DIY (do-it-yourself [faz-tu-mesmo]) que é particularmente importante no mundo presente. A temática é mais do que adequada porque estamos num contexto em que a Europa se vê confrontada com questões de racismo, de xenofobia e é preciso equacionar estas questões para percebermos o rumo futuro", explicou à Lusa Paula Guerra.

O tema da quarta edição do KISMIF, "Gender, Differences, Identities and DIY Cultures" (Género, Diferenças, Identidades e culturas faz-tu-mesmo) promete "dar muito enfâse à questão do género e da discussão", no que diz respeito "às culturas 'underground'".

O congresso abre na terça-feira, dia 03 de julho, com a escola de verão KISMIF (KISMIF Summer School), no Planetário do Porto, e com três dinamizadores internacionais, Mary Forgaty, Michael MacDonald e Claire Hodgson, que "vão focar-se em questões muito específicas" como o cinema etnográfico, a importância da dança e como realizar um festival.

No mesmo dia, a exposição "Liberta-te/Free Yourself", da artista de joalharia Teresa Milheiro, abre as portas do Palacete dos Viscondes Balsemão, às 14:30, e é a primeira das nove exposições do evento.

As conferências começam na quarta-feira, na Casa da Música, com Helen Reddington e a dupla Ana da Silva e Gina Birch, da banda The Raincoats que, após o lançamento do livro de Jenn Penny sobre a história do grupo, "vão fazer um show case".

A música prossegue no Rivoli, às 23:00, com o espetáculo "Vítor Rua Interpreta Telectu", um concerto multimédia em que Vítor Rua se propõe a recriar composições do Telectu, um duo seu e de Jorge Barreto de música improvisada e minimalista.

O programa conta ainda com a presença de Lucy O'Brien, escritora, crítica musical e personalidade da rádio e televisão, que vai falar da sua obra, "uma obra muito importante sobre a questão das mulheres", e lançar alguns dos seus livros na biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Até sábado, dia 07 de julho, o programa conta vários acontecimentos, entre palestras, concertos e oficinas, com a participação de vários convidados internacionais como George Mckay, Carles Feixa e Sara Cohen.

Paula Guerra explicou ainda que, no KISMIF, são esperadas "cerca de 350 pessoas" e que "vão ser lançados cerca de 25 livros, vários documentários, exposições e concertos", permitindo "tornar práticas algumas das questões abordadas".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.