Nick Cave e os seus Bad Seeds estão de regresso a palcos nacionais em 2020.

Os bilhetes para os dois concertos no Campo Pequeno, em Lisboa, nos dias 22 e 23 de abril, serão colocados à venda na próxima sexta-feira feira, dia 25 de outubro. O preço dos bilhetes varia entre os 35 euros (segunda galeria e 2º. camarote) e os 60 euros (bancada e 1º. camarote). A compra está limitada a seis bilhetes por pessoa, esclarece a promotora do espetáculo em comunicado.

Até meados de junho, Nick Cave and The Bad Seeds vão levar o novo álbum de estúdio a cidades como Madrid e Barcelona, Amesterdão, Antuérpia, Birmingham, Cardiff, Glasgow e Manchester, Dublin, Leeds, Londres, Colónia, Hamburgo, Copenhaga, Estocolmo, Oslo e Berlim, Praga, Viena, Budapeste, Munique, Zurique, Milão, Rome, Paris e Telaviv. Nick Cave atuará também em Gliwice, na Polónia.

“Ghosteen”, o 17.º álbum de originais de Nick Cave And Bad Seeds, foi editado no início de outubro.

NOS Primavera Sound: Nick Cave quis a chuva. Teve lágrimas
NOS Primavera Sound: Nick Cave quis a chuva. Teve lágrimas
Ver artigo

Disco com duas partes, em que “as canções do primeiro álbum são as crianças e as canções do segundo álbum são os seus pais”, “Ghosteen é um espírito migratório”, nas palavras de Nick Cave, aquando do anúncio.

O jornal britânico The Guardian deu-lhe cinco estrelas e classificou-o como talvez “o mais bonito conjunto de canções” que Nick Cave e a sua banda já criaram.

O New Musical Express deu-lhe igualmente cinco estrelas e escreveu que “este álbum devastador é o trabalho de um artista que tenta fazer sentido da perda”, numa referência, muitas vezes feita, à morte – súbita e acidental — do seu filho Arthur, em 2015.

As mais recentes atuações de Nick Cave, em Portugal, foram com The Bad Seeds, no festival Primavera Sound, no Porto, em 2013 e em 2018.

No verão de 2011, apresentou-se no festival Alive, com o projeto Grinderman.

Em abril de 2008, também com os Bad Seeds, atuou nos coliseus de Lisboa e do Porto, em vésperas do lançamento do álbum "Dig, Lazarus, Dig".

Até hoje, foram estes dois coliseus que mais vezes receberam o músico australiano, em Portugal.

Nick Cave and The Bad Seeds atuaram nas duas salas em 1992, onde regressaram dois anos mais tarde, em 1994, quando Lisboa era Capital Europeia da Cultura.

Em 2004, Nick Cave voltou à capital portuguesa, para dois concertos em nome próprio, sem os Bad Seeds, mas com canções de "Nocturama", que esgotaram o grande auditório do Centro Cultural de Belém.

Em 2005, Nick Cave esteve no Festival Paredes de Coura, com a sua banda de sempre.

(Notícia atualizada às 13h42)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.