Ao todo vão ser quatro concertos ao vivo e vários programas de rádio transmitidos através da página playitsafe.pt. A responsabilidade das escolhas é da Porta-Jazz, que foi convidada pela Gig Club e a Omnichord Records, responsáveis pela Play It Safe, para fazer a curadoria da primeira emissão especial da plataforma.

“O jazz é um dos principais géneros fundadores da música e tem menos destaque nos canais generalistas. Se estamos numa altura em que as pessoas parecem mais dispostas a ouvir música, porque não levá-la a conhecer coisas novas?”, disse à agência Lusa João Afonso, da Gig Club.

A partir das 00:00 de 30 de abril e até ao fim do dia de quinta-feira, haverá quatro concertos ao vivo e toda a ‘playlist‘ será composta por jazz.

A Porta-Jazz convidou os artistas Nuno Trocado, José Pedro Coelho, Eurico Costa e João Guimarães para atuarem ao vivo na Play It Safe, projeto que incentiva o público a pagar aos músicos pelo seu trabalho, atenuando o contexto de precariedade criado pela paralisação decorrente do combate à pandemia de covid-19.

“O jazz merece, como todo os outros géneros, destaque. Esta é uma oportunidade única para o reconhecer”, sublinha João Afonso, que acredita ser este um contributo para “aos poucos”, conquistar ouvintes para o jazz.

A nível global, a página do Dia Internacional do Jazz, da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO, na sigla em inglês), vai transmitir um concerto com o painista Herbie Hancock, como anfitrião, e com um cartaz que vai de Jane Monheit a John Scofield.

O concerto, que vai ter início às 19:00 de quinta-feira (20:00 em Lisboa), deveria realizar-se na Cidade do Cabo, na África do Sul, mas passou para o digital, devido à pandemia de covid-19, da mesma maneira que múltiplas outras iniciativas de comemoração do jazz enquanto género musical e expressão artística.

O cartaz inclui John McLaughlin, Jane Monheit, Alune Wade, John Beasley, Ben Williams, Lizz Wright, John Scofield, Igor Butman, Evgeny Pobozhiy, Youn Sun Nah, A Bu, Dee Dee Bridgewater, Dianne Reeves e Joey DeFrancesco, entre outros.

Ao longo do dia, haverá várias atividades educativas, nas seis línguas oficiais das Nações Unidas, a que é possível aceder gratuitamente, também através da página da UNESCO.

A UNESCO e Herbie Hancock lançaram ainda um apelo a nível mundial para que fossem enviadas mensagens a expressar solidariedade para com todos aqueles que se viram atingidos pela pandemia de covid-19.

Em Portugal, segundo a página do Dia Internacional do Jazz, haverá outras atividades inseridas na comemoração: o cantautor Bruno Walter Ferreira e o seu projeto BWF vão lançar o vídeo “Cantiga do Vírus”, a associação cultural Mákina de Cena, de Loulé, vai divulgar ‘online’ as gravações da residência artística West Sessions de 2018, a açoriana MiratecArts também vai assinalar o dia, enquanto o programa radiofónico “Os Sabores do Jazz”, na RDP Açores, também se vai dedicar ao dia internacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.