Som...som...1, 2, 3...som. O Restaurante-Bar Kais, em Lisboa, é palco hoje à noite de uma maratona musical de cariz solidário. Advogados de 12 sociedades trocam a formalidade da indumentária pelo traje mais roqueiro, os códigos e a legislação pelas guitarras, baterias e saxofones e aos dotes de oratória acrescentam, por umas horas, os decibéis vocais na 9ª edição do Rock'n'Law.

Depois de muitas horas a ensaiar, no meio de prazos e de litigância, as 12 sociedades de advogados deixam cair os nomes pomposos e sobem ao palco como One Night Bandtm, Heróis del Despacho, Out of Office, Tier One Band, Fora da Lei, The Walkers, A Bandalhoca ou Lawcura. E ganhando a forma de nove bandas unem-se noite dentro por uma causa.

Criado para apoiar projetos de solidariedade social, a receita do concerto dado pelas bandas das sociedades de advogados no Rock'n'Law, reverte, este ano, para projeto “Casas Primeiro” da Associação para o Estudo e Integração Psicossocial (AEIPS), que visa reintegrar pessoas com problemas do foro psiquiátrico que vivem nas ruas de Lisboa.

Com o Alto Patrocínio da Presidência da República, esta causa defendida pelos advogados roqueiros abraça o repto lançado pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa para que em 2023 não haja um único cidadão sem teto em Portugal. E é através da música que procuram que a AEIPS consiga dar uma casa a mais 25 pessoas com doença mental.

Sob o mote #todostemoshistorias, muitos dos que viveram na rua e que foram ajudados pelo “Casas primeiro” contam a sua história na primeira pessoa, uma história contada na rede social ou na página oficial do evento.

Mais de meio milhão de euros angariados e 15 instituições ajudadas

Iniciativa sem fins lucrativos, no Rock'n'Law vão atuar bandas constituídas por ilustres advogados como António Lobo Xavier, Daniel Proença de Carvalho ou Luís Paes Antunes, ladeados por juristas e outros colaboradores que estão a dar os primeiros passos e acordes nos escritórios.

Acompanhados por um DJ, as sociedades CMS Rui Pena & Arnaut, Cuatrecasas, Gonçalves Pereira, DLA Piper ABBC, FCB & Associados, Garrigues, Gomez-Acebo & Pombo, Linklaters, Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, PLMJ, SRS, Uría Menéndez-Proença de Carvalho e Vieira de Almeida (VDA) prometem cantar e encantar noite dentro. O preço de entrada de 20 euros, a que se podem acrescentar donativos que revertem para a instituição apoiada.

Projeto criado em 2008, o Rock’n’Law já angariou mais de 500 mil euros para apoiar um total de 15 projetos de Solidariedade Social, do apoio a idosos, combate à fome, apoio à violência doméstica, inclusão de pessoas com deficiência, entre outras.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.