Sarfaraz Bugti, ministro do Interior da província de Baluchistan, afirmou que centenas de fiéis estavam no interior da igreja em vésperas do Natal.

A mesma fonte adiantou que um dos atacantes foi morto à entrada da igreja, enquanto o outro explodiu no interior do edifício.

A televisão local mostrou ambulâncias e patrulhas de segurança a correrem para a igreja, enquanto mulheres e crianças eram retiradas para o exterior.

A autoria do ataque ainda não foi reclamada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.