Num curto comunicado divulgado no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa considera-o uma "figura marcante" do meio empresarial e da sociedade portuguesa e apresenta à sua família "sentidas condolências".

Belmiro de Azevedo, um dos homens mais ricos de Portugal, que esteve décadas na Sonae e a transformou num império com negócios em várias áreas e extensa atividade internacional, morreu hoje aos 79 anos.

"No momento em que nos deixa, quero homenagear o Eng.º Belmiro de Azevedo, figura marcante do nosso meio empresarial e da sociedade portuguesa, em termos de liderança, determinação, visão de futuro e empenhamento social e cultural ao longo de mais de 40 anos", afirma o chefe de Estado, na nota divulgada.

"Apresento à família as minhas sentidas condolências", acrescenta Marcelo Rebelo de Sousa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.