O tiroteio ocorreu na escola básica de Noblesville West, localizada num subúrbio da capital do estado, Indianapolis, segundo a polícia.

"As famílias foram notificadas. O suspeito está sob custódia", disse o porta-voz da polícia John Perrine no Twitter.

É também referido que todos os alunos foram transferidos para a escola secundária de Noblesville, onde os pais os puderam ir buscar.

Erica Higgins estava na escola secundária de Noblesville para ir buscar o filho depois do tiroteio, conta o The New York Times. À WTHR-TV, referiu que o seu filho estava abalado, mas que sabia pouco do que tinha acontecido.

"Recebi uma mensagem de texto que dizia 'Mãe, estou com medo. Vem buscar-me à escola'", contou Erica.

Somorah Landis, pai de um dos alunos, falou com a emissora de televisão de Indianapolis WISH sobre o sucedido. "Alguma coisa precisa de mudar. Acho que o início pode ser fazer uma inspeção diária nas escolas".

Os feridos são um adolescente e um adulto. A vítima adulta — um professor — foi levada ao Hospital IU Health Methodist e o adolescente — aluno da escola — foi levado ao Riley Hospital for Children. Não há informações sobre a gravidade dos ferimentos.

O atirador foi identificado como sendo um aluno da escola. As autoridades dizem que o suspeito terá agido sozinho. Não se sabe o que levou ao ataque.

Noblesville fica a 32 quilómetros a nordeste de Indianapolis e tem cerca de 50 mil pessoas. A escola é frequentada por 1.300 estudantes entre o 6º e o 8º ano.

Este tiroteio surge uma semana depois do incidente na escola em Santa Fe, no Texas, que matou oito estudantes e dois professores.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.