“Apoio José Luís Carneiro porque considero que o seu caráter e a experiência em cargos políticos garantem a sua aptidão para os exigentes desafios que o cargo de secretário-geral do PS lhe trará”, referiu o fundador e antigo deputado socialista, numa mensagem de apoio divulgada pela candidatura do atual ministro da Administração Interna.

A par de Arons de Carvalho, foi também divulgado o apoio a José Luís Carneiro de outro fundador do PS, o escritor Liberto Cruz, que se junta ao já conhecido de José Leitão, mandatário da candidatura e também membro fundador do PS e da JS.

Arons de Carvalho foi jornalista, deputado do PS por várias legislaturas e secretário de Estado da Comunicação Social nos governos de António Guterres, bem como dirigente da Juventude Socialista.

As eleições para a sucessão de António Costa no cargo de secretário-geral do PS vão realizar-se entre 15 e 16 de dezembro e são disputadas entre o atual ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, o ex-ministro e deputado Pedro Nuno Santos e o dirigente socialista Daniel Adrião.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.