"Estes números (...) não incluem dados do departamento de Grande Anse", atingido pelo olho do furacão, disse hoje o porta-voz da proteção civil Edgar Celestin, citado pela agência de notícias AFP.

Por causa dos danos causados pelo furacão, a comissão eleitoral do Haiti já havia anunciado na quarta-feira o adiamento das eleições gerais marcadas para o próximo domingo.

As equipas de socorro relatam um grande número de casas afetadas, além de campos agrícolas destruídos.

O furacão já atingiu entretanto as Bahamas e segue em direção à Florida, em território continental dos Estados Unidos, e é de esperar que volte a aumentar de força quando se aproximar da costa norte-americana, alcançando ventos entre 210 e 249 quilómetros por hora.

O Matthew deve atingir hoje à noite a Florida, onde as autoridades içaram um aviso de furacão.

Este é considerado o furacão mais poderoso formado no Atlântico desde 2007.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.