O sábado começou nervoso, havia uma tensão no ar, palpável — e até visível, ou não fossem os mais ferrenhos desenterrar as camisolas dos clubes do coração para mostrar ao mundo a sua filiação.

Eis o cenário a 7 de maio de 2022: O Porto só precisava de empatar para ser campeão — mas a festa tem outro gosto quando começa na casa de um dos principais rivais (admita-se ou não). O Benfica já tinha dado o título por perdido esta época, mas esta derrota não teria só um sabor amargo, seria azeda. O Sporting dependia do Benfica para continuar a sonhar — e há posição mais desconfortável do que a de fazer depender o nosso destino de mãos (pés, neste caso) alheias?

18h00. Pontapé inicial. A nação da bola colada ao ecrã.

Foi preciso esperar até aos 90+4 de um jogo que o L’Équipe caracterizou como um "pobre espetáculo de futebol" para Zaidu marcar na Luz e dar a vitória — e o campeonato — ao FC Porto. Os ‘dragões’ passaram a somar 88 pontos, mais nove do que o Sporting, que ainda não tinha entrado em campo e já vira destroçadas as suas ambições de renovar o título.

E depois a festa, do Marquês aos Aliados, com epicentro no Estádio do Dragão. A nação azul e branca saiu à rua para celebrar a conquista e SAPO24 está a acompanhar tudo a par e passo. As preocupações — nomeadamente a de saber se Sérgio Conceição está para ficar — ficam para amanhã.

Como é que o FC Porto chegou até aqui e para onde vai? Estes três artigos ajudam a perceber:

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.