Faço desde já um duplo mea-culpa: tanto sei que o título que dei a este pequeno texto não se enquadra propriamente com o que vou descrever a seguir, como admito que a obra de onde o retirei, clássico literário de Vitorino Nemésio, ainda não me passou pelos olhos, sendo daqueles livros que tende a ficar na wishlist eternamente.

Contudo, quando comecei a tomar consciência da chegada do furacão “Lorenzo” ao arquipélago dos Açores, foi a primeira frase que me ocorreu, não só porque o próprio escritor era orgulhosamente insular, mas porque o próprio título do seu magnum opus se refere ao quanto os açoreanos estão habituados às intempéries, tanto que passou a ser uma marca cultural.

Esta, porém, ameaça não ser apenas uma chuvada, tanto que as autoridades dos Açores mantém-se em máximo alerta e até o primeiro-ministro suspendeu a campanha para acompanhar a situação.

As ilhas mais afetadas pelo mau tempo vão ser as do grupo Ocidental, ou seja, Flores e Corvo, mas as do grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) também vão sofrer com a tempestade. Por uma questão de empatia básica humana, espero que toda a gente esteja a salvo durante a passagem do furacão, mas dada a relação que o SAPO24 criou com as gentes destas ilhas — tendo em conta o quão bem nos trataram e receberam quanto estivemos em reportagem — torna-se ainda mais aguda a vontade de que esta seja só mais uma tempestade que cause "mau tempo no canal".

Falando em turbulência, Hong Kong continuou a ferro e fogo no mesmo dia em que se celebrou o 70.º aniversário da República Popular da China. Enquanto multidões mantiveram os combates nas ruas da região administrativa, outras tantas vieram acolher o presidente chinês, Xi Jinping, numa parada militar por Beijing.

Por cá, as paradas seguem-se, em maior quantidade mas em menor grau, com os partidos a manterem a sua ação de campanha pelo país para as legislativas. Ontem decorreu o último debate televisivo, sendo que amanhã a discussão ocorre no SAPO24.

Na nossa redação vão estar presentes José Ribeiro e Castro e Margarida Salema D'Oliveira Martins, numa conversa moderada por Isabel Tavares que terá início às 15:00 e onde vão ser discutidas as propostas que os nossos leitores nos enviaram no âmbito da iniciativa Plenário. Acompanhe o debate no nosso Facebook, este é só o início de uma cobertura que temos preparada para si nestas eleições.

O meu nome é António Moura dos Santos e hoje o dia foi assim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.