Carlos César falava na parte final do debate quinzenal na Assembleia da República, numa intervenção centrada no ataque à posição do PSD em matéria de descida da TSU.

"Este debate mostrou que é cada vez mais difícil mobilizar o PSD para um diálogo político que não seja fundado no oportunismo partidário. Com o PSD ou não se conta ou não se sabe para o que conta, porque está a transformar-se num partido predador - predador dos consensos, da confiança e da imagem do país", disse.

Na sua intervenção, o líder da bancada socialista recorreu também à linguagem futebolística para criticar os sociais-democratas.

"O líder do PSD fez mudar a opinião do seu partido em matéria de TSU - e esta posição é tão incompreensível que não há parceiro social que a entenda. Não há chicotada psicológica que vos valha, o caminho é mesmo descendente", afirmou Carlos César.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.