"Os dados do primeiro trimestre deste ano relativos ao setor do turismo continuam positivos e a crescerem nos seus mais importantes indicadores", disse Paula Cabaço, indicando que o número de hóspedes cresceu 3,6%, as dormidas 3,7%, a estadia média 1,9%, os proveitos totais 9,3% e o revpar [receita por quarto disponível] 4,8%.

Quanto ao Festival do Atlântico, cartaz que tem como principal atração o concurso piromusical internacional a partir do molhe exterior da pontinha, conta este ano com a participação de empresas de fogo-de-artifício da Áustria, África do Sul e do México, terminando no último sábado, mas extraconcurso, com a portuguesa Macedo's Pirotecnia, que organiza e coordena o espetáculo.

O Mercado Quinhentista, a XXIX Feira do Pão Regional (Lions Clube do Funchal), Semana Regional das Artes, o IX Festival Raízes do Atlântico com artistas de Portugal, Cabo Verde, Brasil e Cuba (Xarabanda, Brenda Navarrete, Brigada Vítor Jara, Lura, Terra de Vera Cruz e Simone), o espetáculo ecrã de água, integrado nas comemorações dos 600 anos da descoberta da Madeira e do Porto Santo, animação musical e "sunsets" são manifestações que fazem parte do Festival do Atlântico.

O Festival, já na XII edição, dura todo o mês de junho, sobretudo aos fins de semana (sexta-feira, sábado e domingo), e representa um investimento de 490 mil euros.

A ocupação hoteleira nas duas primeiras semanas, segundo Paula Cabaço, cifra-se em 90%.

"Outra sondagem será feita para as duas restantes semanas do festival", referiu.

A Placa Central da Avenida Arriaga e a Praça do Povo, no Funchal, e Machico são os locais onde vão decorrer as principais atividades do Festival, que procura combinar música e fogo-de-artifício.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.