Segundo a mesma fonte, a polícia prendeu o alegado atirador, que disparou sobre várias pessoas numa igreja presbiteriana em Laguna Woods, sudeste de Los Angeles.

O xerife de Orange County adiantou, na rede social Twitter, que uma pessoa morreu no local, enquanto outras quatro ficaram gravemente feridas e foram transferidas para o hospital, enquanto uma quinta sofreu apenas ferimentos ligeiros.

“Estamos a trabalhar para ter informações o mais rápido possível”, assegurou a polícia.

No sábado, um jovem fortemente armado invadiu um supermercado em Buffalo, no estado de Nova Iorque, disparando indiscriminadamente, matando 10 pessoas e ferindo outras três.

O alegado atirador, Payton Gendron, de 18 anos e residente em Conklin, uma cidade a 320 quilómetros a sudeste de Buffalo, foi detido sem direito a fiança sob a acusação de homicídio em primeiro grau.

Após o tiroteio, o agente especial do FBI Steven Belanger informou que o seu gabinete estava a investigar o massacre “como um crime de ódio e um caso de extremismo violento” com motivações raciais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.