Um golo do croata Mario Mandzukic, o seu sétimo na prova, aos 66 minutos, na sequência de uma assistência do lateral português João Cancelo, hoje à esquerda, foi suficiente para a ‘velha senhora’ somar o 14.º triunfo, em 15 jogos.

A formação de Turim esteve longe de ser avassaladora – com o português Cristiano Ronaldo muito discreto, falhando o que seria um 12.º jogo consecutivo na prova com um golo ou uma assistência -, mas foi eficaz no momento que decidiu o jogo.

Na tabela, a Juventus passou a contar 43 pontos, em 45 possíveis — só cedeu pontos na receção ao Génova (1-1) -, contra 32 do Nápoles, que recebe no sábado o Frosinone, e 29 do Inter, que já sabe que vai acabar a ronda no último lugar do pódio.

O encontro foi equilibrado, mas as melhores ocasiões da primeira parte foram do Inter de Milão, que, com João Mário no ‘onze’ (saiu aos 77 minutos), quase marcou aos 29 minutos, quando Gagliardini acertou no poste esquerdo.

O croata Perisic, aos 32 minutos, também criou muito perigo junto da baliza da ‘Juve’, que respondeu em cabeceamentos à figura de Mandzukic, aos 35, e Chiellini, aos 36.

Na segunda parte, o conjunto de Milão foi, de novo, o primeiro a ameaçar, aos 48 minutos, por Politano, mas, aos 66, na sua única clara ocasião, a Juventus marcou.

Até ao final, o Inter de Milão teve mais tempo a bola e tentou chegar à igualdade, mas a Juventus soube-se defender da melhor forma e segurou a vitória, a sexta consecutiva na prova.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.