O RB16B parece ser o carro a abater este inverno, tendo registado a melhor volta em 1.30,674 minutos, com pneus intermédios, deixando o britânico Lando Norris (McLaren) em segundo, a 215 milésimos de segundo.

No entanto, se forem considerados todos os registos, o piloto holandês teria feito, também, o segundo melhor tempo do dia, e com pneus duros montados no seu monolugar.

Também foi o piloto a rodar mais voltas, com 139, mais 10 do que o francês Esteban Ocon (Alpine), que ficou com o terceiro melhor registo do dia, a meio segundo de Verstappen.

Se a Red Bull e a McLaren mostraram força já no primeiro dia, a Mercedes, vencedora dos últimos sete títulos consecutivos, apresentou problemas de conceção e fiabilidade. O W12 do finlandês Valtteri Bottas sofreu uma avaria na caixa de velocidades logo na volta de saída para a pista, pela manhã, e ficou muito tempo parado nas boxes.

À tarde, já com Lewis Hamilton em pista, foram notórios os problemas de sub-viragem, sobretudo quando o heptacampeão mundial tentava ser mais rápido.

O atual campeão em título quedou-se apenas pelo 10.º registo do dia, rodando em 1.32,912 minutos na melhor das 41 voltas que efetuou, terminando a 2,238 segundos do mais rápido.

Pior ficou Valtteri Bottas, com o 17.º e último registo, em 1.36,850 minutos, a 6,176 segundos de Verstappen e com apenas seis voltas efetuadas.

"Estas situações servem para nos por à prova", sublinhou Hamilton, no final do dia.

O britânico lamentou, ainda, o pouco tempo previsto para testar antes do início da temporada, previsto para o Bahrain no dia 28 de março.

"Não temos escolha que não seja ver pelo lado positivo. Lembro-me que em 2007, nos testes de inverno, tinha 10 dias para andar no carro e agora temos cada vez menos [tempo]. Temos apenas um dia e meio de carro antes da primeira corrida, com pneus diferentes e modificações aerodinâmicas, pelo que não é fácil, mas é igual para todos", sublinhou o campeão.

O canadiano Lance Stroll (Aston Martin) foi o quarto mais rápido, rodando em 1.31,782 minutos, com o espanhol Carlos Sainz a ser o melhor dos Ferrari, na quinta posição, com o tempo de 1.31,919 minutos.

Este sábado realiza-se o segundo de três dias de testes de pré-temporada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.