O guarda-redes Gordon Banks, lenda do futebol inglês e campeão do mundo com Inglaterra em 1966, faleceu aos 81 anos, anunciou esta terça-feira o Stoke City, um dos clubes que representou durante a carreira.

Através do Twitter o clube inglês informa que o antigo guardião faleceu durante a noite, em sua casa.

Banks, que disputou todas as partidas do Campeonato do Mundo de Inglaterra em 1966, também entrou para a história por aquela que é considerada a "defesa do século", em resposta a uma cabeçada de Pelé no Mundial do México em 1970, num encontro da fase de grupos que o Brasil acabaria por vencer por 1-0, com um golo de Jairzinho.

A defesa que o viria a imortalizar também o assombrou. O antigo guarda-redes sentiu-se injustiçado ao longo da carreira chegando mesmo a queixar-se publicamente de que, quando era entrevistado, apenas queriam saber da defesa ao remate de cabeça do astro brasileiro, negligenciando o título mundial, o único ganho por Inglaterra em toda a história do futebol.

Recorde aqui a defesa que eternizou o guardião inglês:

Gordon Banks nasceu em 1937, em Sheffield. Formado no Chesterfield, Banks representou o Leicester City e Stoke City em Inglaterra, Cleveland Stokers e os Fort Lauderdale Strikers, nos Estados Unidos, somando uma passagem pelo Hellenic, emblema sul-africano. Viria a terminar a carreira em 1978 na Irlanda, ao serviço do St. Patrick.

Mais tarde o apelido passou a ser comparado aos bancos de Inglaterra (safe as the banks of England/ seguro como os bancos de Inglaterra), com o trocadilho a perpetuar a lenda de um guarda-redes intransponível.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.