O piloto luso, que teve de passar pela primeira fase da qualificação (Q1), fez a sua melhor volta em 1.30,485 minutos, terminando a 0,814 segundos do italiano Marco Bezzecchi (Ducati), autor da ‘pole position’ pela primeira vez na sua carreira e logo com o recorde do circuito tailandês.

O espanhol Jorge Martín (Ducati) foi segundo, a 0,021 segundos de Bezzecchi, com Francesco Bagnaia (Ducati) em terceiro, a 0,104 segundos e na frente do líder do campeonato, o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que foi quarto.

Depois de ter sido 11.º nos treinos livres desta manhã, Miguel Oliveira teve de passar pela Q1 em busca de um dos dois primeiros lugares para conseguir avançar para a derradeira e decisiva fase, a Q2.

O piloto português acabou por registar o segundo melhor tempo da Q1, apenas atrás do espanhol Marc Márquez (Honda), que também teve de entrar em ação mais cedo na qualificação.

A qualificação foi dominada pela Ducati, com seis motas nos 10 primeiros lugares.

Bezzecchi surpreendeu a concorrência e arrebatou o melhor tempo. No entanto, o italiano ainda esteve sob ameaça de Márquez que, contudo, cometeu um erro quando vinha com tempo para a ‘pole’ e acabou em oitavo.

O Grande Prémio da Tailândia de MotoGP é a 17.ª prova da temporada.

Miguel Oliveira chega a esta ronda no 11.º lugar do campeonato, com 106 pontos, a 113 do comandante, Fabio Quartararo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.