O Moreirense foi sobretudo mais eficaz do que o adversário, que joga no terceiro escalão do futebol nacional e o único golo da partida surgiu aos 65 minutos, com o médio dos ‘cónegos’, que sairia lesionado na parte final, a rematar certeiro na sequência de um canto.

Quarto classificado da série A do Campeonato de Portugal, o Merelinense deu excelente réplica à equipa da I Liga e, apesar do maior domínio do Moreirense, que não teve César Peixoto no banco por estar infetado com covid-19, dispôs de algumas boas ocasiões para marcar, com destaque para Joel Marques.

O Moreirense entrou bem na partida e Pires criou perigo logo aos dois minutos, mas a equipa da casa respondeu com uma ocasião mais clara, mas uma rápida intervenção de Pasinato impediu que Ivan Nelson marcasse (29).

Com o jogo repartido, pertenceu ao Merelinense a melhor oportunidade da primeira parte: isolado diante de Pasinato, Joel Marques rematou ao lado (40).

A equipa do concelho de Braga voltou a chegar com perigo junto da baliza da equipa do concelho de Guimarães através de remates de Luís Ferraz (58) e Ola (61), mas seria Pedro Nuno a fazer a diferença ao insistir após uma tentativa de remate, após um canto (65).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.